sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Álcool na adolescência

Hoje abri minha caixa de e-mails e havia algumas mensagens comentando a morte cerebral não da Eloá, aquela menina de Santo André, e sim de um garoto de 18 anos de Porto Alegre que levou uma bala perdida na cabeça em meio a uma festa. Balas direcionadas ou perdidas não são mais novidade, infelizmente. O que achei interessante é que está havendo um movimento de mães que estão atentas a um assunto que diz respeito a todos nós: a liberação de bebida alcóolica na adolescência e suas consequências.
Semana passada eu participei de um debate num curso pré-vestibular e lá pelas tantas os próprios professores comentaram sobre isso: tem aí uma gurizada de 12 ou 13 anos que já participa de festas regadas a álcool. Muitas vezes os próprios pais liberam, atendendo ao manjado argumento da garotada: "Pô, mas todos os outros pais deixam!". Os "outros", sejam quem forem, não podem conduzir a vida de todos. Álcool na adolescência é uma furada. Ninguém tem que vender pra gurizada, nenhum pai tem que liberar. Nessa idade, o entusiasmo já é suficiente quando se está sóbrio, para que potencializar? Descontrolados, muitos fazem a besteira de provocar brigas desnecessárias em festas, ou ir adiante num amasso e fazer sexo sem segurança, ou dirigir um carro em alta velocidade, ou simplesmente ferram com a própria saúde, o que já é motivo suficiente para não beber. Eu adoro um vinho, bebo freqüentemente, mas não tenho mais 15 anos, sou maior de idade e não estou na balada, não estou na madrugada, em busca de afirmação - coisa natural entre jovens. Quem está no agito tem que ter personalidade e saber dizer não pra vodca, pra cerveja, pro que pintar, e continuar se divertindo numa boa. Ok, eu sei que o papo hoje está meio de "madre superiora", mas tenho adolescentes em casa e sei como uma vida sem subterfúgios, sem excessos, é bastante mais saudável. Beber antes dos 18 anos é fria. E sem moderação, em qualquer idade, é fria também.
Autoria: Martha Medeiros
***Desculpem, mas eu não bebo, fico com o café da Ally, huahsuahsuhaus!!! Bom find amiguinhos...