SER AMOR

Ah! seu eu pudesse...
faria todos os seus dias, dias de festa,
e transformaria, todos os seus sonhos em desejos realizados,
cada praia em cartão postal, com areia branca e fina,
e cada dia, um dia de sol, depois da chuva da tarde,
com o cheiro de terra molhada inundando a sua alma.
Ah! se eu pudesse...
Mandava ladrilhar as ruas por onde pisas,
com feltro e algodão, para os seus pés pisarem sem medo,
e todas as fobias eu mandava amarrar, para não te perturbar,
e de cada oração, eu faria um manifesto da verdade,
e não haveria mais dúvidas,
nem incertezas no seu coração.
Ah! se eu pudesse...
se fosse possível ensinar uma única lição,
eu ensinaria cada um a amar sem distinção.
Pois tudo pode decepcionar,
até os parentes mais próximos,
os amigos mais queridos podem errar,
a religião pode até confundir,
a fé pode até vacilar,
a luz pode faltar,
e o sol pode não aparecer,
mas o amor, o amor é fonte inesgotável de perdão,
é chama intensa que ilumina ruas desertas,
aquece os corações secos,
inunda alma ressequidas,
levanta os caídos, renova esperanças.
E por amor, só por amor, posso desejar tudo para você,
até o impossível para um simples mortal.
Porque o amor nos transforma em algo melhor,
e nos dá essa certeza de que não morremos,
passamos para a eternidade,
porque vivemos para sempre no coração de quem amamos.
Por amor, escrevi para você...
Eu acredito em você, eu acredito no amor!
Por Paulo Roberto Gaefke

Postagens mais visitadas