segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Outra estação

Eu esperava e a esperança
era tão precisa que calculava:
Você viria na primavera mais propícia.
Eu esperava um encontro tão romântico,
pra desmitificar tua estátua de concreto.
Eu esperava que nada mais pudesse vir a ser um desafeto.
E veio fluido como fonte
E veio ávido, como fome
Mas se tornou um chato no papel de “Monge”.
E havia um romance, mas vaidoso.
E, em vez de amar, ficava dando pistas:
assim, feito uma celebridade, um artista.
Eu fui cansando, ficando com preguiça:
Havia idealizado a estabilidade de um amor,
e apareceu você, mais um turista.
Eu esperava então, que fosse embora logo.
Que nem tirasse a roupa, já que nunca a máscara.
Que me deixasse em paz a tempos de um verão.
Se fosse a primavera assim, a mais propícia,
queria eu então outra estação:
mais divertida, leve, coloridaou, pelo menos, muito mais promíscua.
Autoria Marla de Queiroz
*** Amei o blog da Marla, lindo... Ela escreve muito bem, com a alma, só espero que ela num fique brava com o plágio - asaushaushausa!!! Bjs e abraços...

domingo, 21 de dezembro de 2008

LEMBRE-SE:

"ONTEM É HISTÓRIA. AMANHÃ É MISTÉRIO E HOJE É UMA DÁDIVA. POR ISSO SE CHAMA "PRESENTE...."

*** Boa semana ...

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Alguém Como Você

Não ligue pro que eles vão falar Ninguém está aqui no meu lugar Nem sente o que eu sinto por você Ninguém entende nada, eles nunca vão saber
Não deixe um sussurro te assustar Nem pense como eles vão pensar Só ouça o nosso coração bater Não precisa dizer nada, eles nunca vão saber
Como é não ser só, como é amar sem sofrer
Como é gostar e querer, como é ter alguém Como é ter alguém...como você (como você)
Não ligue pro que eles vão falar Ninguém está aqui no meu lugar Nem sente o que eu sinto por você Ninguém entende nada, eles nunca vão saber
Não deixe um sussurro te assustar Nem pense como eles vão pensar Só ouça o nosso coração bater Não precisa dizer nada, eles nunca vão saber
Como é não ser só, como é amar sem sofrer Como é gostar e querer, como é ter alguém Como é não ser só, como é amar sem sofrer Como é gostar e querer, como é ter alguém Como é ter alguém...como você (como você)
Autoria: George Israel/Alvin L.
*** T amo infinito.... Boa quinta-feira!!!

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

RECEITA PARA LAVAR PALAVRA SUJA

Mergulhar a palavra suja em água sanitária.depois de dois dias de molho, quarar ao sol do meio dia. Algumas palavras quando alvejadas ao soladquirem consistência de certeza. Por exemplo a palavra vida.
Existem outras, e a palavra amor é uma delas,que são muito encardidas pelo uso, o que recomenda esfregar e bater insistentemente na pedra, depois enxaguar em água corrente.
São poucas as que resistem a esses cuidados, mas existem aquelas.
Dizem que limão e sal tira sujeira difícil, mas nada.
Toda tentativa de lavar a piedade foi sempre em vão.
Agora nunca vi palavra tão suja como perda.
Perda e morte na medida em que são alvejadas soltam um líquido corrosivo, que atende pelo nome de amargura, que é capaz de esvaziar o vigor da língua.
O aconselhado nesse caso é mantê-las sempre de molhoem um amaciante de boa qualidade. Agora, se o que você quer é somente aliviar as palavras do uso diário, pode usar simplesmente sabão em pó e máquina de lavar.
O perigo neste caso é misturar palavras que manchamno contato umas com as outras. Culpa, por exemplo, a culpa mancha tudo que encontra e deve ser sempre alvejada sozinha.
Outra mistura pouco aconselhada é amizade e desejo, já que desejo, sendo uma palavra intensa, quase agressiva, pode, o que não é inevitável, esgarçar a força delicada da palavra amizade.
Já a palavra força cai bem em qualquer mistura.
Outro cuidado importante é não lavar demais as palavrassob o risco de perderem o sentido.
A sujeirinha cotidiana, quando não é excessiva,
produz uma oleosidade que dá vigor aos sons.
Muito importante na arte de lavar palavrasé saber reconhecer uma palavra limpa.
Conviva com a palavra durante alguns dias.
Deixe que se misture em seus gestos, que passeiepela expressão dos seus sentidos. À noite, permita que se deite, não a seu lado mas sobre seu corpo.
Enquanto você dorme, a palavra, plantada em sua carne,prolifera em toda sua possibilidade.
Se puder suportar essa convivência até não maisperceber a presença dela, então você tem uma palavra limpa.
"Uma palavra LIMPA é uma palavra possível."

Por Viviane Mose

*** Por isso, cuide muiiiiiito bem das suas palavras, bom find!!!