sexta-feira, 26 de junho de 2009

O show foi adiado

Um lote extra de ingressos para os shows que Michael Jackson tinha programado para fazer em Londres foi colocado à venda na ultima quarta-feira (24). O Rei do Pop iniciaria a turnê na O2 Arena no dia 13 de julho e ele deveria usar um figurino incrustado com 300 mil cristais Swarovski.
A temporada de apresentações, intitulada "This is It", estava marcada para começar no dia 8 de julho, mas foi adiada pelos organizadores em cinco dias por questões de logística.
Os adiamentos alimentavam as especulações de que Jackson estaria sofrendo de problemas de saúde que poderiam atrapalhar seu retorno. Segundo a agência de notícias EFE, o presidente da promotora, Randy Phillips, avisou que a demora não tem "absolutamente nada a ver com a saúde" do cantor. O jornal The Sun publicou que Michael Jackson estaria com câncer de pele, mas a informação foi negada no mesmo dia.
Colocados à venda em março, os ingressos para as apresentações de Michael Jackson em Londres se esgotaram em apenas 5 horas. De acordo com cálculos da revista norte-americana "Billboard", os shows teriam rendido mais de US$ 50 milhões ao cantor.
No início do mês, Jackson foi processado sob a acusação de ter descumprido a promessa de cantar com sua família. O cantor afirmou que nunca assinou nenhum contrato com a AllGood, somente seu agente.

***Esse é o vídeo clip de You Rock My World/Álbum Invincible/2001.

Ele tinha agendado 50 shows, mas, segundo o tablóide inglês "The Sun", Jackson revelou que descobriu que teria de fazer todas essas apresentações em Londres ao ler o jornal de manhã e afirmou que teria concordado em fazer apenas dez shows na Arena O2.

Michael Jackson morreu esta quinta-feira, após sofrer uma parada cardíaca em casa. Segundo o Los Angeles Times, o cantor foi encontrado inanimado pelos bombeiros, que lhe fizeram uma massagem cardio-respiratória, antes de o transportarem para o Centro Médico UCLA, onde viria a falecer.

Após 10 anos de isolamento, Jackson estava prestes a regressar aos palcos para essa série de 50 espectáculos em Londres, que deveriam ter início a 13 de julho e terminar em março de 2010. Desde a sua absolvição num processo por abuso infantil, em 2005, que Michael Jackson pouco aparecia em público. A última vez em que ele fez vários shows ao vivo foi há 12 anos, e ele não grava um álbum de músicas inéditas desde "Invincible", em 2001. O rei da pop vendeu mais de 750 milhões de discos e arrecadou 13 grammys.

2 comentários:

Natalia disse...

Esta noticia abalou o mundo, todo mundo conhecia o rei do pop.
Apesar de grandes polêmicas envolvidas com ele, o cara é um grande mito na historia!
Com certeza fará falta, o que mais sinto pena são das pessoas que compraram o ingresso e agora certamente irão pedir reembolso.
Pois é, ele se foi deixando varias dividas para familia. Ele iria recadar 50.000.000 de dólares com esses shows. Mas foi dessa para uma melhor com certeza!
Fique com Deus!

Renato "Hell" Albasini disse...

Michael Jackson foi um astro pop. É um ícone da música pop. Será sempre uma fonte, um marco. Sofreu todos os louros e reveses da fama. Sua estrutura psicológica abalada, sua sexualidade debilitada, seu estrelato conturbado. Um gênio que se levou à sério demais. Sem sombra de dúvidas deixa uma lacuna para os dias de amanhã, mas preencheu todos os espaços da música influenciando tudo e a todos.