quarta-feira, 29 de julho de 2009

Porque nunca fiz amigos tentando ser interessante...

"E acredito tanto na minha intuição e na minha sensibilidade que confio que sempre haverá a troca de um jeito torto, truncado ou fluido eu só dependo da minha criatividade: com ela eu escolho se usarei meus vazios e minhas decepções pra me lamentar ou como espaços que eu tenho pra crescer ou, ainda, se saberei aceitar amor e confiar simplesmente. É por isso que críticas podem até me baquear, mas não me desnorteiam e que elogios me nutrem, mas não me envaidecem (mais)...Porque nunca fiz amigos tentando ser interessante..."

Marla de Queiroz

Nenhum comentário: