sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Lágrimas de ontem...

16/10/2009
Ontem eu chorei, engraçado que eu nem lembro a última vez que eu havia chorado. Não que eu não quisesse demonstrar fraqueza diante dos teus olhos, eu apenas não tinha motivo (e não tinha mesmo/pelo menos não naquele exato momento) - eu apenas estava (re)organizando os meus sentimentos.


Organizando todos os meus sentimentos e agora parece que eles estão todos nos seus devidos lugares - ah, isso vem a flor da pele.

Ontem me disseram que eu sou a forma mais complexa da emoção.Que fica visível nos meus olhos, no tom da minha voz e até no modo de ouvir o que vem do outro lado... Estranho isso.

Hoje, consigo respirar um ar de tranquilidade, mas dentro do meu peito a razão e a emoção gritam num silêncio profundo e pior brigam ao ponto de se ver sangue. Uma luta (a minha luta) que será eterna. Uma coisa só minha, que só eu entenderei/compreenderei e logo saberei que tudo será (do meu jeito) infinito.

Se choro é porque de certa forma tudo é, e pra sempre será especial.
Sentimentos não são descartáveis, ainda mais quando eles são verdadeiros.

Continua...

Nenhum comentário: