Às vezes esperamos dos outros o que nem nos podemos ou estamos dispostos a oferecer.




Como seres humanos que somos, sempre esperamos algo, criamos expectativas - nos baseamos no que estamos dispostos a fazer, mas será que o outro esta também? Nos doamos, nos damos de uma forma que perdemos o controle do que é ou será recíproco e isso não é saudável

Minha Vó dizia que se você fizer algo por alguém, faça... mas faça de coração, sem querer nada em troca. Certo? Errado, sempre esperamos algo em troca - eu disse EM TROCA, se eu te faço o bem, nada mais justo que você também me faça!

Às vezes esperamos dos outros o que nem nos podemos ou estamos dispostos a oferecer. Pior que isso não parte como uma maldade ou desleixo, mas apenas não temos a noção de que nem tudo esta sob controle, melhor: nada nessa vida esta sob controle.

Ok, ok, ok... Lá vem o tal questionamento interno: será que estou respondendo a altura, será que também deixo às pessoas pensarem que tenho um vasto campo de futebol para oferecer, quando na verdade não tenho nem meio metro quadrado (ótima metáfora - risos)?

Queria poder deixar de desacreditar nas pessoas, gostaria de poder oferecer mais, saber me doar mais...
Ou o certo seria eu também saber me limitar, aprender dizer um não, negar... Calma! Não estou aqui para comprar uma briga, mas o saber dizer NÃO no momento certo é algo sábio, isso se for algo sincero - REGRA: Não pode ser por maldade ou punição.

Ok! Reitero o que escrevi acima: eu continuo acreditando nas pessoas, eu apenas aprendi a ver entre linhas, prestar mais a atenção nos detalhes e, é claro com isso não mais machucar e ser machucado.

Resumo da história: a partir de hoje só prometerei o que puder cumprir e pior que isso serve muito mais pra mim do que para qualquer outra pessoa.

Comentários

Postagens mais visitadas