sábado, 24 de julho de 2010

Você quer saber de mim?

Sei que ando meio afastada, mas lembre-se que estou sempre por perto – você é quem me perde de vista ou que me passa despercebido numa via de mão dupla.
Vamos entrar em um comum acordo de paz e reatar o tempo perdido, me liga, me chama, me pega com força e diz que sou toda sua...

Diga um sim, um simples e silencioso sim e estarei pronta para te atender.

Lembrando que eu não sou um mérito ou a conclusão de todas as tuas ações, mas sim uma dádiva, aquilo que você tem e não percebe, sou algo simples e por isso imperceptível...

Por aonde eu tenho andando?
Querido, eu estou no orvalho da manhã, os raios do sol entre nuvens depois de dias chuvosos, estou no abraço de alguém de te gosta muito, no gosto inconfundível de um café recém passado, no sorriso fácil, no segredo entre amigos/de ter amigos, na liberdade, na saúde, na força de superação, na lealdade do seu cachorro, no amor/no ato de amar e de ser amado...

Enfim, estou em todos os teus momentos, mas você prefere ignorar a minha presença e se entregar a outros sentimentos que só te confundem e que te fazem perder o rumo – tu tens o poder sobre tudo, tu tens as rédeas e por isso lembre-se das frases ditas pela Cigana;
- o Marcos de hoje sabe o que é bom ou não para si próprio...

Olha pra mim, estou aqui sentindo a falta que eu te faço, por isso estenda a mão e ai estarei.
Você tem o meu número de telefone, email, messenger ou até um sinal de fumaça – apenas faça contato!

Te quero bem, por isso fique bem!

Ass. Felicidade.

Um comentário:

Cris Guimarães disse...

Quirido
Também te quero bem, te faço bem. Quando vens ao consultório??? Já vejo na tua ficha quando foi a última manutenção para ver se dá pra fazer já.
Te adoro, beijos