domingo, 26 de setembro de 2010

Ser o coitadinho da vez. Pq?

Assim como as mães os pais também sentem a dor do parto, enjôos e muito sono. Assim como os pais os filhos também carregam muitas frustrações, preocupações e muitas noites de uma insônia incontrolável. Assim como todos, todos somos iguais e se não passamos hoje por algum empecilho... Amanhã é uma incógnita, tudo pode acontecer.

Aonde vamos chegar com esse papo? Muito simples...

Precisamos parar de achar que os nossos problemas são maiores do que o do vizinho, fica parecendo que sempre somos os mais sofridos, os coitadinhos da vez -  quando na verdade há um mundão correndo lá fora com problemas iguais ou maiores que os nossos. Algumas pessoas ignoram isso, se fixam em lamentações que se esquecem que às vezes do nosso lado existem exemplos de superação estrondosamente impressionante.

Quem sabe se você deixar de ser o problemático para ser o começo de uma solução?
Às vezes ajudando o próximo conseguimos enxergar soluções também para ajudar a nos mesmos. Exato, ajudando outras pessoas você poderá sem querer ajudar a si próprio a resolver os teus problemas, fora que a nossa auto-depressão some aos poucos e nos faz seres cada dia mais evoluídos.

Deixamos por segundo de pensar no que estamos sofrendo, logo deixamos de sofrer.
Deixamos de ser egoístas e passamos a ser amigos!

Então: Estamos resolvidos. Sem essa de ficar sofrendo, quando algo acontecer corra e faça algo de bom para alguém que esteja precisando de um amigo, um ouvinte e assim logo você sentirá um alivio no peito.

Porque sofrer, quando a melhor escolha é ser/fazer alguém feliz?

Nenhum comentário: