Pensamentos aleatórios

Eu costumava dominar o mundo dos sonhos, eu era capaz de criar um horizonte de possibilidades frente aos meus olhos verdes tudo era fantasia... Ah! Verdes cintilantes e os mais esperançosos – iguais jamais foram vistos. Diante de um leque de opções eu me fiz enfrentar das mais variadas e adversas situações.

Aos poucos fui reinventando esse mundo velho e mesmo assim atual, fui me permitindo renascer das cinzas e assim sem pejo, sem nenhum receio fui me despindo de pudores e medos que antes não me deixavam seguir em frente.

Assim, lentamente fui revendo páginas que antes eu teimava em burlar. Sim, eu sempre fui do tipo curioso, não tanto astuto... Um tipo de curiosidade perspicaz e ao mesmo tempo quieta e particular. Não, hoje não me permito mais pular páginas que são essenciais para o meu aprendizado diário.

Citações

Hoje você já não se faz assim tão presente nos meus atuais dias, não me refiro a tua importância (pois isso para mim será para o todo sempre), declaro diante dos meus/teus novos tempos que somos os mais diferentes/semelhantes seres independentes do mundo.

Aos poucos vou me permitindo dominar menos o mundo dos sonhos e agora vou me permitir sonhar o imaginável, assim sem querer. Meus olhos verdes continuam mais verdes do que nunca, claro que um verde mais claro, com tonalidades fortes e sutilmente marcantes (risos)...

E as opções continuam sendo as mais variadas.

O que me resta é saber fazer ou não a escolha certa.
Errar? Faz Parte, sempre fará.

Comentários

Postagens mais visitadas