terça-feira, 28 de junho de 2011

Conversa com o "outro"!


Durante uma conversa casual e totalmente despreocupada eu escuto da outra parte que sente sozinho; que se sente falta de ter alguém especial e principalmente de estar ligado/sintonizado a alguém - mas, dai que vem a confusão, ao mesmo tempo em que essa pessoa se sente sozinha, desamparada e pior desamada... Mesmo assim ela não sabe se esta pronta para algo novo, não sabe se hoje ela será capaz de "aturar" (sim, foi esse termo usado) as dificuldades de um relacionamento.


No primeiro momento a minha reação foi de indignação para com essa expressão, mas hoje me peguei pensando sobre tal “desconjuntura” -  se é que eu posso chamar assim! Já passei por isso, já me fechei em uma torre enorme e de lá joguei bilhetes dizendo que as minhas portas estavam fechadas, trancadas a sete chaves... Aproveitei e larguei dez cachorros de uma raça mista de pitbulls e rottweilers (“super simpáticos”) – para afugentar qualquer suspeita de “namoro” que surgisse diante de mim.


É natural sentirmos isso depois de um baque, nos fechamos em um casulo pedindo renovação – saliento (por experiência própria) que isso é o mais correto a ser feito. Conheço algumas pessoas que preferem ousar, curtir e se deixar levar por novos rumos, como se isso servisse de um botão aonde você pudesse acionar a função “esquecer agora” ou como em um caderno aonde você virá uma página e começa a reescrever tudo novo de novo!

Pelo amor de Deus, não estou aqui julgando o que é certo ou errado, mas para mim não servia naquele tempo – eu preferi ficar focado em projetos que me deram hoje um ótimo resultado. Preferi ficar mascarando o meu tempo com essas coisas e foi ai que eu praticamente virei um cubo de gelo preso lá na tal torre com os cachorrinhos me protegendo de qualquer sapo metido a príncipe encantado – risos.

Tudo é muito mutável, vamos nos adaptando a cada situação e criando novas regras – cada um tem a sua, o que pode servir pra mim pode não ser o mais correto e/ou funcional para o outro.

A única coisa que eu posso te dizer é que viver lá naquela torre me ajudou muito, posso ter deixado alguns sapos bons pularem para outro brejo... #queseja

Então faça o seguinte, apodere-se de coisas que te fazem bem ou que te trazem bons fluídos.

Amigos, familiares ou a situações boas – são um ótimo suporte.

Quando você menos esperar o novo acontecerá de novo e mesmo assim você sentirá medo, menos solidão, mas ainda sentirá um medo receoso e sem sentido - sempre teremos medo!

O medo é a minha força, só por ele busco o que há de melhor!

sábado, 18 de junho de 2011

O Homem de Áries

Tá afim de emoções fortes? Então seu homem é um nativo de Áries. Se, no entanto, você está procurando a segurança de um amor duradouro, tranquilo e harmonioso, o processo é mais difícil. Os arianos são do tipo que te convidam para a cela deles assim como se estivessem te chamando para dançar de rosto colado. E na realidade é quase que impossível resistir ao convite de um ariano quando ele está decidido a te envolver nas labaredas de sedução que lhe são próprias. Basta alguns minutos na presença desses caras pra atirar-se, sem pensar duas vezes, na fogueira de paixões que eles mantém sempre acesa dentro de si próprios.

Bom, mas ninguém mandou você se atirar, mandou? Prepare-se para se arrepender amargamente. Eis o ariano: a noite ele vai dormir de conchinha com você e poderá, muito bem obrigado, acordar te chutando pra fora da cama porque não aguenta mais o perfume que você está usando. Abuso completo. Mas se você está decidido a fisgar esse cara de jeito, pode estar certo que o esforço (que será considerável) valerá a pena.

Quando cai nas graças de alguém o ariano de fato acredita que apenas o romance de Romeu e Julieta é comparável a este que ele vive. Lindo né? Mas isso não significa que você será a unica Julieta da vida dele, nem muito menos que não houveram outras iguais. O conselho que eu dou é: cultive sempre o interesse de um ariano por você, do contrário isso poderá ser fatal. Não enrole muito se fazendo de difícil.

Arianos odeiam esperar e insistir numa coisa que não dá resultados rápidos. Faça um doce mas não passe do ponto. É possível até que você encontre por ai um ariano que aparentemente não corresponde em nada a esse fogo inextinguível pelos quais são famosos. Mas não se engane. Basta bater um papo com as "amiguinhos" dele que elas prontamente vão te responder entre sorrisos e insinuações: "Tímido? Nunca!". Isto é o ariano: intenso, meio instáveis, paixão à la mode e, o que é melhor, fiéis... Bom, pelo menos enquanto outro não despertar o interesse insaciável dele. O ariano está sempre pulando de galho em galho indo atrás daquilo que desperta seu interesse. Portanto, não se descuide jamais.

Lembre-se que os arianos são as crianças do zodíaco, precisam sempre de atenção máxima.

Texto adaptado de um site que eu não lembro qual é!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Te conheci quando você chorou


Eu te conheci quando eu te vi sofrer, quando você não tinha para aonde correr ou a quem recorrer - aqui estava eu de braços abertos. Para as tuas eventuais mensagens de madrugada contando os teus piores pesadelos ou apenas por você não conseguir pegar no sono.

Diante de tantas coisas que teimavam em acontecer você se perdeu e caiu, logo você forte e assombrosamente inabalável se fez frágil e pequeno – te abracei.

Eu não precisava falar nada, mesmo porque a tua dor era indescritível e por isso (por mim) incompreendida. Por mais que eu quisesse tirar essa tua dor – eu sabia que era impossível.

Mas porque eu só vim te conhecer de verdade nessa situação? Porque você prefere se mascarar entre um mau humor repentino, entre festas, bebidas (e outras coisas que prefiro não comentar)... Por quê?

Você prefere sofrer as escondidas...
Não tenha vergonha de demonstrar quem realmente você é, dispa-se de receios e sinta o que é preciso sentir. Liberte-se de orgulhos e permita-se ser mais ajudado - não estou dizendo que você precisa se tornar o coitadinho da turma, mas me refiro ao fato de você também precisar de carinhos, abraços e colo.

Mas porque eu?!
Quando eu vi tua lágrima caindo eu me perdi, eu parecia um inválido - pois, a dor do outro sempre é injustificável, não há o que dizer ou amenizar/tudo o que eu disser ou argumentar será patético (no meu ponto de vista), mas para você um ouvinte sem julgamentos é o presente mais valioso e indescritível.

Quando você chorou o meu coração bateu mais forte ao ponto de eu poder sentir cada batimento/lentamente... Por isso eu posso dizer que te conheci de verdade quando o sofrimento se fez presente, quando nada mais fazia sentido - estávamos ali, presos por algo que não tem nome, algo que é puro sentimento...

Hoje
Eu sinto que hoje ganhamos e perdemos muitas coisas. Não temos um saldo negativo para recuperar, temos sim muitos pontos há somar (vc+eu)!

Sofra, sinta, perca e recupere tudo - conte comigo.
Sou bem mais do que esse siamês de olhos verdes, sou alguém que gosta de você cru sem aditivos ou máscaras...

Chorando você me disse coisas que permanecerão comigo, só comigo.
Eu estou aqui, pronto e seguro de que ainda não acabou!

Chore, sinta e logo sorria um sorriso largo e duradouro.