"COMversANDO!



>Sinalizando!?

(Pausa/Rápido entrelaçar de dedos)

>Sim eu estou sinalizando.

>Algo sutil, mas eu sigo sinalizando!

(Um sorriso de canto de boa - tanto quanto debochado e logo uma interrogação)

>Sutil?

(Não sabe o que dizer, mas não perde a convicção - pelo menos externamente)

>Digamos que um sutil com pitadas mais ofensivas! 

(ele levanta e pega mais um vinho, um bom chinelo - agora com as sobrancelhas pesadas diz)

>Tu não consegues ver; tu não faz uma força para tentar de alguma forma seguir os meus os meus olhos inquietos .. Não entende que a gravidade debaixo dos meus pés me faz não conseguir me mover.

(começo a suar e temer não saber mais o que realmente ele quer)

>....

(Em silêncio me jogo literalmente dentro do vinho)

>...

(E assim caímos no tal silêncio que nos persegue)

Comentários

Postagens mais visitadas